Tag Archives Rússia

Eu não estou aqui neste 7 de novembro, centenário de nascimento da Revolução Russa, para assinar mais uma autópsia do comunismo. Nunca embarquei na crueldade romântica de assassinos cerebrais como Lênin e Trotsky. Eles foram horríveis e plantaram as raízes da erva daninha stalinista. Lembrando o óbvio, Lênin apenas não barbarizou tanto quanto Stálin pois ficou no poder apenas sete anos (e não 30 como o algoz que o sucedeu). E sobre Trotsky, nada de deslumbramento e compaixão por ter sido exilado e picaretado. Creio ser mais importante neste 7 de novembro lembrar que a múmia do Lênin segue lá na Praça Vermelha, em Moscou. Que porcaria de culto do passado é este? O mausoléu teve um upgrade em 2011, […]

Vladimir Putin é para sempre. Nenhuma surpresa nesta constatação. Difícil imaginar a Rússia sem ele tão cedo, salvo algum cataclisma político ou intempérie pessoal. Não existe democracia na Rússia, embora não seja hoje um regime totalitário como na época do comunismo soviético. O próprio Putin tocou no assunto do para todo e sempre na sexta-feira, ao dizer que tem “muitas” opções na pós-presidência, mas ele não decidiu se irá no encalço delas. Tudo melancólico, como um clássico romance russo. E tem mais, mais melancólico ainda. Não existe uma inspirada visão alternativa a este nacionalismo muscular, revanchista, insidioso e mentiroso que é o regime Putin. É verdade que nos últimos meses tivemos corajosas e quixotescas manifestações de rua contra o arbítrio […]

Eu posso até racionalizar os motivos que levaram o comando político do Partido Republicano a fazer o pacto com o diabo. Com Donald Trump na Casa Branca, em tese é possível concretizar a agenda conservadora do partido que tem o controle do Congresso. Claro que tudo se mostra um problema dos diabos, pois até com esta hegemonia no poder a agenda não é aprovada. Basta ver a via crucis para desmantelar o Obamacare e substituí-lo por alguma coisa, qualquer treco. O projeto sofreu um colapso na segunda-feira. Mas, muito mais difícil é entender a falta de bússola moral do eleitorado trumpista e de seus animadores na imprensa e no meio intelectual para não se indignar como deveriam com a interferência […]

Esta semana, milhares de russos foram às ruas protestar contra a corrupção e contra o regime de Vladimir Putin. Foram os maiores protestos em dez anos e milhares de manifestantes foram presos, inclusive os inflados patos amarelos, símbolos desta mobilização inspirada pelo ativista e blogueiro Alexei Navalny, que também foi preso Navalny é infatigável para denunciar corrupção do regime no seu canal de YouTube e entre tanto que já expôs está o santuário para patos na mansão do primeiro-ministro Dmitry Medvedev, conhecido como o Robin do Batman Putin e não por serem super-heróis. Daí o simbolismo dos patos. Sempre difícil flagrar o patrimônio de superPutin. Fala-se que o semiditador tem bilhões e bilhões de dólares. Sabe-se que a familia tem […]

Hoje é feriadão no país do Vladimir. Dia Nacional da Rússia e milhares de russos resolveram patrioticamente ir às ruas de Moscou e de outras cidades protestar contra o estado de coisas, mobilizados por Alexei Navalny. Como Navalny, milhares de pessoas foram detidas por clamarem por um país independente, usando palavras de ordem como “Rússia sem Putin”, “abaixo o czar”. Há cem anos, o czar de fato foi abaixo.

Em meio ao terremoto político gerado pela demissão do diretor do FBI, James Comey, por Donald Trump, o jornal espanhol El País tem uma recapitulação de fatos e números sobre as conexões russas do presidente, foco das investigações pela própria polícia federal americana e de comissões no Congresso. No círculo íntimo do presidente há ou havia 17 pessoas que possuem vínculos pessoais e econômicos com Moscou. Entre elas, um dos filhos de Trump, agora responsável pelas empresas do papai, e seu genro, que é seu assessor na Casa Branca. Trump está envolto nesta rede que o conecta a empresários russos e gente do governo Putin. Trump considera fake news que estas conexões tenham relevância política ou que possam ter influenciado […]

  A era Trump prenunciava uma grande jogada triangular. O novo presidente americano iria flertar com Vladimir Putin e esnobar Xi Jinping. Com menos de 100 dias de governo, os romances geopolíticos se mostram mais complexos. Sob suspeita e investigações em curso se sua campanha eleitoral agiu em conluio com os russos contra Hillary Clinton, além de enojado pela venenosa química entre Putin e o ditador sírio Bashar Assad, o presidente americano mantém uma certa distância de Moscou. Ele pessoalmente não tuíta insultos contra Putin, como faz com tanta gente, mas pessoal do alto escalão do seu governo expressa claramente a indignação com a parceria entre o czar russo e o ditador sírio. Trump até acena com um ataque militar […]

Como escrevi na terça-feira, já sabemos que corrupção mobiliza a população indignada em Seul, em São Paulo e na Sibéria. Sigo com o assunto desta mobilização na Rússia. E no país sob a quase ditadura de Vladimir Putin, é preciso saber escolher as ferramentas para a mobilização, como aconteceu nos protestos de domingo, acima das expectativas. Ferramentas podem ser faca de dois gumes. Basta ver a esperteza de Donald Trump que na sua arenga populista recorre tanto à velha televisão como ao Twitter. Uma pena para Putin que a camaradagem com o presidente americano pelo qual ele trabalhou para ser eleito não possa ser tão íntima como gostaria para aprender algumas malandragens, não que o presidente russo seja bobo. Putin […]

Vladimir Putin está tão habituado a disseminar desinformação e fake news que talvez até acredite em algumas, entre elas a força inexpugnável do seu poder junto às massas. Eu não estou muito convicto do que acabei de escrever. Acredito mais que a petulância de Putin seja fruto de insegurança. De qualquer forma, a palavra de ordem é a de que os protestos no domingo na Rússia contra a corrupção e contra o regime geral foram uma surpresa. A expectativa sempre é de mobilização em cidades como Moscou e São Petersburgo, com gente mais educada e cosmopolita. No entanto, a mobilização cobriu os 11 fusos horários da imensa Rússia, com protestos em mais de 90 cidades (até em Vladivostok, na Sibéria), […]

Raramente, os democratas demonstraram tanta indignação sobre o império do mal, a Rússia de Vladimir Putin, e nunca os republicanos expressaram tão pouca. É a era Trump, do presidente americano que se indigna com tanta coisa, mas não com o presidente russo. O contraste ficou claríssimo na segunda-feira no Comitê de Inteligência da Câmara dos Deputados na sabatina do diretor do FBI, James Comey, e do diretor da Agência de Segurança Nacional, almirante Mike Rogers. A manchete foi a confirmação de que existe uma investigação em curso do FBI sobre potenciais laços da campanha eleitoral de Trump com os russos interessados em influenciar a eleição. Em suma, trabalhar para impedir a vitória da democrata Hillary Clinton, recorrendo a hacking. Não […]

Close
SiteLock