Tag Archives Direitos Humanos

A coluna de quarta-feira sobre os jogos de guerra (EUA x Irã) terminou com uma pergunta sobre a guerra real: como ela terminaria? Vamos ao palpite de Shirin Ebadi, a iraniana premiada com o Nobel da Paz. Ao contrário de tantos leitores desta coluna, estrategistas de poltrona, prontos para palpitar sobre o que deve ser feito em termos robustos para romper o impasse nuclear, Ebadi não tem autoridade militar, mas tem moral para dizer alguma coisa sobre a questão. Na entrevista ao site Foreign Policy, algumas perguntas são: e se Israel lançar um ataque militar contra o Irã? E se a crise sobre o programa nuclear iraniano tiver uma escalada fora de controle, espalhando-se pela região? Existem os debates entre […]

Na nova guerra do Paraguai, já sabemos que a Venezuela de Hugo Chávez é vitoriosa. O governo de Federico Franco está isolado diplomaticamente na América Latina e a Venezuela foi convidada para integrar o Mercosul, agora que o Congresso paraguaio não pode bloquear a jogada. A diplomacia norte-americana ficou numa situação constrangedora. Aponta a rapidez com a qual ocorreu o impeachment de Fernando Lugo, mas está incomodada com a previsível voz estridente dos bolivarianos liderados por Hugo Chávez no coro hipócrita de indignação com a mudança de guarda presidencial em Assunção. Sintomaticamente, os EUA não qualificam de golpe o que aconteceu no Paraguai, mas ainda não reconheceram o governo de Federico Franco. Nos EUA, poucas vozes ecoam com tanta precisão […]

Pela enésima vez: o conflito na Sïria é complicado. Tem mocinho (setores da oposição) contra bandido (ditadura Assad) e bandido (setores da oposição) contra bandido (ditadura Assad). Sim, já é guerra civil. E pela enésima vez: tenho a ansiedade, tenho o vício, tenho a assumida parcialidade para falar mal dos amigos e aliados dos bandidos governamentais. Vantagem de ser “dono do boteco” (como dizem alguns leitores) é ter esta conversa repetitiva de bêbado (esclareço que sempre fui abstêmio, o que muitas vezes também, como gente bêbada, me torna chato). Falando em chatos (para não dizer coisas piores), Vladimir Putin e seu ministro das Relações Exteriores, Sergei Lavrov, seguem advertindo sobre intervenção estrangeira e mudança de regime na Síria. Seriam alertas plausíveis […]

A história do dissidente chinês Chen Guangcheng é de doer o coração, mas agora ele é uma tremenda dor de cabeça para o governo Obama, pois este negócio de direitos humanos atrapalha os negócios dos EUA com a China. Guangcheng é a verdadeira audácia da esperança e, na perspectiva das autoridades dos dois paises, ele escolheu a pior hora para um gesto heróico. Dissidente, cego e advogado autodidata, de 40 anos, em campanha infatigável contra abortos forçados e esterilizações, ele está na linha de frente na resistência à política de filho único no país de partido único. Guangcheng também é um campeão na defesa dos deficientes e batalha em geral contra abusos, arbítrio e corrupção, especialmente na sua província de […]

Claro que o papa Bento 16 detesta o comunismo, mas lá está o sumo pontíficie na ilha governada por aqueles irmãos Castro, educados em colégio de jesuítas. Tal visita é um dilema e muita gente, que também detesta o comunismo tropical da dupla Castro, não abençoa esta visita. É verdade que João Paulo Segundo, o bravo papa polonês que encarou de frente a abominação comunista na Europa Oriental e visitou sua terra natal em 1979 já como sumo pontíficie, também esteve na ilha  caribenha (1998). Fidel,  que então governava, não se curvou às pressões por mais liberdade. Raúl agora no comando, mais pragmático e mais pressionado pela realidade, tem até se apoiado discretamente na Igreja para aliviar a carga sobre […]

A China quer negócios, não quer confusão. Qualquer encrenca geopolítica em algum buraco do planeta e lá vem o porta-voz do ministério das Relações Exteriores de Pequim com a declaração anódina de que os chineses esperam que tudo seja resolvido de forma harmoniosa, sem interferência externa nos assuntos internos de qualquer país, qualquer ditadura, qualquer regime genocida. A exemplo da Rússia, a China tem uma uma visão tradicional de soberania nacional, enraizada em princípios diplomáticos do século 19, mas esta postura pode ser um tiro pela culatra, especialmente quando a não-interferência colide com seus interesses econômicos. Estamos falando da Síria, mas nem vamos falar da incoerência que é apregoar não-interferência, enquanto russos e chineses seguram a barra de um governo terrível. […]

Para parafrasear o jogador pensante de beisebol Yogi Berra e suas frases folclóricas, na Síria, é déjà vu novamente. Vamos começar com o ministro das Relações Exteriores da Turquia (e está tudo tão desolador na Síria, que dou até colher de chá para a diplomacia turca). Ahmed Davutoglu disse que quando russos e chineses vetaram uma resolução no Conselho de Segurança das Nações Unidas, no sábado, condenando a brutalidade na Síria e pedindo a saída do poder do ditador Bashar Assad, estavam agindo com uma mentalidade de Guerra Fria, “baseando os votos, não em realidades existentes, mas em uma atitude mais automática contra o Ocidente”. E, de fato, na Guerra Fria, russos e chineses já apoiavam os massacres praticados por um […]

A presidente Dilma Rousseff está para começar viagem oficial a Cuba  Não deveria fazer esta visita. O porta-voz do Itamaraty Tovar Nunes justifica em burocratês que o objetivo da viagem é “sistematizar o relacionamento econômico” entre Brasil e Cuba e que interesses mútuos não são movidos por solidariedade política. Claro que são. No mundo não dá para ignorar realpolitik ou interesses econômicos. Mas também não dá para ignorar a camaradagem do Brasil com a ditadura cubana. Como ignorar uma China a caminho de ser superpotência governada pela ditadura comunista? É chato ver como os EUA  “sistematizam” uma relação estratégica com a ditadura saudita, mas é um constrangimento necessário. No caso do Brasil, não só existe solidariedade política em relação a […]

Havia a expectativa de premiações mais incisivas para o Nobel da Paz 2011, em particular organizações e personagens ligados aos países que foram vanguarda na Primavera Árabe, como Tunísia e Egito, mas quem luta por uma vida melhor para as mulheres e um mundo mais democrático e tolerante pode ficar satisfeito com as decisões: ganharam duas liberianas (a presidente Ellen Johnson Sirleaf e ativista Leymah Gbowee) e, sintomaticamente, a ativista iemenita Tawakkul Karman, na linha de frente da Primavera Árabe. Merecem, como disse a comissão julgadora do Nobel, pela “luta não violenta pela segurança das mulheres e pelo direito de participar do processo de paz”. Tawakkul Karman é a primeira mulher árabe a ganhar o Nobel da Paz. Já Ellen […]

Na Rússia, consuma-se a transição de Vladimir Putin para Vladimir Putin. Na Coréia do Norte, todas as indicações são de uma suave transição de poder de Kim para Kim, no caso, de pai para filho, de Kim Jong-il, também conhecido como anão atômico, para o seu filho, o garotão Kim Jong-eun. As informações sobre esta cogovernança ditatorial partem de think-tanks da vizinha Coréia do Sul. O processo levou uma ano. O garotão já teria colocado seu pessoal nas organizações que contam, como as Forças Armadas e o aparato de repressão/propaganda. Claro que sempre há dúvidas sobre a inexperiência de Kim-Jong-eun. E curiosamente, em meios acadêmicos na China (país-patrono da Coréia do Norte) existem projeções de caos em três ou quatro […]

Close
SiteLock