Donald Trump tem esta capacidade para ser um unificador. Ele obrigou mesmo os adversários do prefeito de Londres, Sadiq Khan, a sairem em sua defesa.  Trump com sua oratória se considera uma espécie de Churchill do Twitter e foi à carga contra o prefeito muçulmano de Londres quando a cidade é vítima do terror islâmico. O Churchill do Twitter como de hábito mentiu, distorcendo as palavras de Khan. O prefeito disse que os londrinos não deveriam ficar alarmados pela crescente presença policial nas ruas. O Churchill de Mar-a-Lago tuitou que o prefeito dissera que “não havia razão para alarme”. É intrigante, à primeira vista, a atitude de Trump. E ele dobrou a aposta na calúnia. Não deu outra: a primeira-ministra […]

Tags: ,

Uma faca na mão e uma ideia maligna na cabeça. O atentado de Londres comprovou mais uma vez que low tech, baixa tecnologia, pode causar alto impacto, além de mortes, infelizmente. No trocadilho infame, o terror tem a faca e o queijo na mão. O queijo no caso é esta capacidade de conseguir publicidade global para a causa. Obviamente, a maioria está contra o terror, mas basta a causa angariar mais alguns adeptos e está praticamente garantido que a violência deve continuar. Uma decisão desta coluna é não publicar close dos assassinos. Somos todos técnicos de terrorismo, assim como de futebol. Cada um irrompe no cenário com sua solução fulminante para o problema nesta área de irresponsabilidade extrema que é […]

Tags:

Em 5 de junho de 1967, Israel realizou um ataque preventivo contra seus  vizinhos árabes. Uma questão de autopreservação contra inimigos que juravam aniquilar o jovem estado judeu (19 anos de idade). Foi uma guerra fulminante e vitoriosa. Após dois mil anos, os judeus novamente controlavam seus locais sagrados em Jerusalém. E a ironia é que o rei Hussein fora avisado por Israel que, caso não se juntasse a egípcios e sírios, a Jordânia seria poupada, a Jordânia que controlava a Cisjordânia e Jerusalém Oriental. Eu, do alto dos meus 9 anos, morador do Bom Retiro, em São Paulo, estava extasiado, tão orgulhoso por ser judeu e já atuar no movimento sionista. Estava extasiado como os três paraquedistas da foto […]

Tags: ,

Sim, claro que estamos com Londres, depois de mais um ataque terrorista. E o terror mexe com gente de fibra. Eu lembro a frase de Churchill na blitz nazista em 1940: “The spirit of the British nation and the tough fiber of the Londoners.” Mas, queria lembrar que Londres não está sozinha em outro sentido. Não vamos esquecer o atroz que recentemente assolou Cabul e Bagdá. Como lembrou o atual presidente americano, 95% das vítimas do terror são muçulmanos. E entre outras vítimas do terror, vamos lembrar também os dois valorosos homens que morreram em Portland, no estado americanos de Oregon, na defesa de duas mulheres muçulmanas atacadas por um supremacista branco islamofóbico.

Tags:

É sábado e muitos americanos estão jogando golfe. E adivinhem quem é um aficionado? Claro, ele, Donald Trump. Nas horas vagas, o golfista inclusive trabalha de presidente. Jogador e investidor no esporte, Trump dá suas tacadas na política com a cabeça feita no esporte. O golfe oferece muitos simbolismos sobre o jogo político do presidente americano. Sábado passado, ele não pôde jogar. Estava ocupado na cúpula do G-7 na Sicília. E uma cena simbolizou o distanciamento de Trump de outros líderes mundiais. Enquanto os dirigentes da Grã-Bretanha, França, Alemanha, Itália, Japão e Canadá caminhavam juntos pelas ruas de Taormina para tirar uma foto, Mr. Trump seguia o grupo em um carrinho de golfe. E olha que, de acordo com seu […]

Tags:

Trump sendo Trump, ele manteve a promessa feita à sua base eleitoral, como trabalhadores das minas de carvão, e na quinta-feira confirmou a retirada dos EUA do acordo climático de Paris. O preço? Priceless. Em termos qualitativos, um presidente americano renega um acordo negociado por um presidente americano. Como o mundo pode confiar na palavra do chamado país líder do mundo livre? Em pouco mais de quatro meses de governo, Trump renegou o acordo comercial transpacífico, o acordo climático de Paris e gerou incerteza sobre a Otan, a aliança militar ocidental. E fez tudo isso de forma petulante. Dentro de casa, Trump detona o Obamacare o plano de saúde do ex-presidente. Trump detona a ordem estabelecida em nome de um […]

Tags: ,

Tabloides como o Daily News já tiveram dias gloriosos. Um dos momentos memoráveis foi a capa de outubro de 1975 quando o governo federal se recusou a ajudar a Nova York quebrada. A capa desta sexta-feira é antológica. Como ex-editor de jornal, fico emocionado com a sacada. Pena que cada vez mais consumidores de notícias digam à velha imprensa: drop dead  

Tags:

Ok, sair do acordo climático de Paris não é o fim do mundo, embora seja um desastre, mas Trump mereceu esta capa Der Spiegel em novembro. Ele é o fim da picada.

Tags:

Donald Trump é tosco, como seus tuítes. Alguns dos seus assessores são mais refinados, mas são pavorosos mesmo quando escrevem textos mais sofisticados para dar verniz às ideias do chefe. Na quarta-feira, o Wall Street Journal publicou texto conjunto do general H.R. McMaster, assessor de segurança nacional, e de Gary Cohn, o diretor do Conselho Econômico Nacional. A ideia é justificar e tranquilizar o mundo (cada vez mais inquieto com Trump) que o slogan America First não significa que os EUA queiram que se dane a cooperação internacional. Dá para relaxar? Claro que não, especialmente depois das trombadas de Trump com outros dirigentes da Otan e sinais confusos na quarta-feira sobre a saída ou não dos EUA do acordo climático […]

Tags:

Para gente islamofóbica, que a cada atentado terrorista faz questão de dizer bem-que-eu-avisei, qualquer grande salto de denúncia de violência jihadista no mundo islâmico será um pequeno passo ou meramente um passo em falso. Vamos saudar o grande salto de uma multinacional de telefonia celular, baseada no Kuwait, com seu comercial, repudiando o terror islâmico e promovendo a tolerância (tente ver aqui). O vídeo de três minutos de duração foi divulgado na sexta-feira passada para marcar o início do Ramadã, o mês de jejum dos muçulmanos, período para expressar piedade e autocontrole. O vídeo se tornou viral nas redes sociais. Milhões e milhões de visualizações do comercial. E devemos lembrar que a audiência de televisão explode no mundo árabe durante […]

Tags:

Close
SiteLock