Auschwitz, fevereiro de 2018

De nada adiantou a indignação de judeus em todas as partes do mundo, do veemente protesto de Israel e das críticas do aliado americano. Na terça-feira, o presidente polonês ratificou a lei aprovada pelas duas Casas do Parlamento que insulta a memória das vítimas do Holocausto. Filho da comunidade judaica brasileira, eu endosso a carta que a Confederação Israelita do Brasil (Conib) enviou na sexta-feira ao embaixador da Polônia no Brasil.

A lei prevê penas de até três anos de prisão para quem usar a expressão “campos de extermínio poloneses” para se referir aos crimes cometidos pelos nazistas em território polonês durante a Segunda Guerra Mundial.

Aqui um trecho da carta, assinada por Fernando Lottenberg, presidente da Conib, e por Eduardo Wurzmann, secretário-geral da instituição:

“A nosso ver, trata-se de uma tentativa – infeliz – de reescrever a história. Houve poloneses que ajudaram as vítimas do nazismo, milhares deles reconhecidos como Justos Entre as Nações, pelo Yad Vashem, de Jerusalém – e também houve aqueles que apoiaram os perpetradores. Pensamos que o caminho a ser adotado deve ser o da educação das novas gerações, um enfrentamento corajoso do passado, com todas as dificuldades que isso acarreta – mas não uma legislação que tente punir quem queira discutir questões reais”.

São tempos de um venal populismo nacionalista em várias partes do mundo, de flerte com o autoritarismo, revisionismo histórico e apego a fobias. Os alvos da demagogia são diversos. Neste caso polonês, sobrou para os judeus…uma tradição.

Deixe um comentário

49 Comentários em "A Polônia e o Holocausto (o protesto dos judeus brasileiros)"

avatar
Ordenar por:   novos | antigos
Guga
Visitante
Com seu permisso,opiniao da Vilma Gryzinski: ´´E muitas manifestações de ignorância sincera foram dadas por causa de um projeto de lei aprovado pelo Congresso da Polônia que criminaliza o uso da expressão “campos de extermínio poloneses” para descrever as abominações praticadas pela Alemanha nazista no país invadido, ocupado e dissolvido,… Leia mais >>
Guga
Visitante

Caio,a geraçao ´´colaboracionista´´ com os nazistas ja esta morta ou quase.A Polonia como pais lutou contra os nazistas.

Curiosidade e ignorancia,nao pesquisei,mas neste caso a França nao entraria no roll de paises colaboracionistas tambem?

Marcio
Visitante

Caio
Mas porque e’ semantica?
Existe uma clara diferenca entre “da polonia” e “na polonia”.

Agora se os poloneses estao fazendo isso por serem anitsemitas e querem insultar a memoria das vitimas? Pode ser, mas nao todos eles!
Tem coisa muito pior por ai de antisemitas disfarcados.

Otto Heinrich Wehmann
Visitante
O fato mais curioso da participação da Polônia foi a guerra suja entre o Armia Krajowa, o exército de resistência Polonês e o Ukrayins’ka Povstans’ka Armiya, o exército insurgente ucraniano que realizaram vários massacres étnicos enquanto lutavam pelo sudeste da Polônia. A polônia é um caso particular de “vencedor da… Leia mais >>
Robson La Luna di Cola
Visitante

Em valores absolutos, foram os soviéticos: 24 milhões de mortos entre soldados e civis. Foi o preço que pagaram por terem ganho a Segunda Guerra Mundial. Quando os aliados desembarcaram em 6/junho/1944 (Dia D), o exército alemão estava esfacelado.

Otto Heinrich Wehmann
Visitante

Sem falar nos prisioneiros de guerra russos que o Jumento Assassino do Stalin mandou matar por terem cometido o crime terem sido capturados.

Robson La Luna di Cola
Visitante

A ordem era lutar até a morte. Jamais se render!

Diego
Visitante

A Polônia não quer aprender com a sua história. Uma nação que age como adolescente mimado negando o óbvio só reforça todos os esteriótipos que remetem à Idade Média. Antissemitas, revisionistas e mentirosos. Vergonha mundial.

Carmem
Visitante

Apoiado. Polônia totalmente em negação. E nem fez 100 anos ainda. Preocupante. Quem duvida q isso seja um trend?

Robson La Luna di Cola
Visitante
Fiz uma rápida pesquisa no Google em vários idiomas, sobre teorias da conspiração envolvendo os judeus. Resumindo, encontrei um grande número de sites jurando que existe uma elite de milionários judeus querendo simplesmente DOMINAR O MUNDO. E implantar a NOM. Ferramentas principais utilizadas: poder financeiro, e os meios de comunicação,… Leia mais >>
Otto Heinrich Wehmann
Visitante

Existe uma conspiração aberta de milionários e alguns são Judeus outros não.
Como nos velhos tempos: publicado com fins educacionais

Otto Heinrich Wehmann
Visitante

E vc ainda não aprendeu?

Arnaldo Andrade
Visitante

É impressionante como os impostores insistem em desconhecer a história, como assim fazendo possam se esconder do mundo. É inaceitável o que está ocorrendo na Polônia.

Marcio
Visitante
Sem duvida nenhuma e’ inaceitavel. Mas bate em cachorro morto (polonia) qualquer um pode. Tem um monte de cisa inaceitavel contra israel e judeu que muitos paises e jornalistas fazem vista grossa e nada dizem. Isso que me deixa irritado. Tem que bater em cachorro que vai te mroder nao… Leia mais >>
Marcio
Visitante

Nunca ouvi do governo polones que eles querem acabar com o estado de israel, tambem nunca ouvi eles dando dinheiro pra grupo terrorista. Essa polonofobia e’ bobagem, Nunca vao chegar a lugar nenhum.

Rubem
Visitante
O que mais me surpreende em alguns comentários é o total desconhecimento sobre alguns fatos históricos. Além do horror praticado pelos nazistas, alguns simplesmente parecem desconhecer o colaboracionismo horroroso de diversos outros atores no holocausto. Polônia e França são exemplos, mas não foram os únicos. Que dirá então da negativa… Leia mais >>
Novocredo
Visitante

Isto sempre ocorreu. Conheço o caso de imigrantes ucranianos aprisionados no Canadá ao fugirem da Revolução Russa. Na época o medo era de que fossem comunistas. Pelo menos o Canadá pediu desculpas.

José do Norte
Visitante

Rubem, lembremos também: Noruega, Holanda, Dinamarca, Suécia, Finlândia, a mittleeuropa quase toda.

A paz requer uma certa amnésia.

Rubem
Visitante
Caio há certas revisões históricas que valem a pena. A abaixo é uma delas. https://www.publico.pt/2016/04/07/sociedade/noticia/aristides-de-sousa-mendes-desobediencia-gratidao-memoria-raizes-1728268 Rubem PS Pelas suas acções, Sousa Mendes foi condenado por Salazar a uma vida de miséria. Perdeu o trabalho, não se pode reformar, nem encontrar outro trabalho. Perdeu a Casa do Passal, em Cabanas de… Leia mais >>
Rony
Visitante

Vergonha da Polonia.
Por essas e outras que eu nunca pensei em tentar a cidadania polonesa (que eu teria direito). Nao quero nada com esse pais, nem visitar e muito menos me tornar cidadao.

Carmem
Visitante

Ora Ronisky, tem polonês legal tb hehehe

Rony
Visitante

Claro. sem generalizar, mas eu to fora!

Novocredo
Visitante
Não conheço bem o assunto e tendo mais perguntas quê ponderações. O Governo polonês no exílio participou do esforço de guerra? Este governo de algum modo partipou do Holocausto?. Existia algum outro governo reivindicando ser polonês legítimo, fora o sediado na Inglaterra? Este participou do Holocausto? Que indivíduos poloneses participaram,… Leia mais >>
Rubem
Visitante
Poloneses exilados participaram do esforço de guerra. O livro (e filme) Uma Ponte Longe Demais, sobre a operação (desastrada) Market Garden (do Montgomery) retrata entre outras coisas o heroísmo da Brigada Paraquedista Polonesa na cidade de Arnhem. Rubem Stanisław Sosabowski que era o comandante da força polonesa conseguiu tirar a… Leia mais >>
Olavete Arrependida Gayzista
Visitante

Coluna para ganhar aplausos das Olavetes! Kkkk

LMC
Visitante

NADA A VER,ADOLF!!!!kkkkkkkkkkkk

Olavete Arrependida Gayzista
Visitante

Ui…Adolf combina com inha blusinha!! Fashion.

Robson La Luna di Cola
Visitante

Cala a boca burra! (brincadeirinha).

Robson La Luna di Cola
Visitante
O anti-semitismo teve várias justificativas, ao longo da história. Hoje em dia, com certeza tem relações com questões financeiras. Frase que eu ouvi em um restaurante em Paris, em uma mesa vizinha com várias pessoas conversando: ” Comment toutes les juifs il pense seulement à l’argent!”. Acho que não preciso… Leia mais >>
José do Norte
Visitante

Conceitualmente é um problema difícil de abordar, pois o que se deu, se deu enquanto a polônia estava ocupada.

Mas creio que não se trata de apagar a realidade geográfica. É isso?

Guga
Visitante
A discussão gira em torno da lei,que cá entre nós é arbitraria,somada ao fato de um governo criticado por suas posturas nacionalistas. Agora,não acho que a Polonia como naçao perseguiu judeus,com governo parlamento e etc dissolvidos pelos nazistas.Parece que apos a invasão criaram uma policia composta por poloneses,que recebiam ordens… Leia mais >>
Ivan
Visitante
Desculpe mas vou falar da crônica anterior. Se há uma coisa que aprendi nestes quase 40 anos de atuação profissional é que os mercados de capitais são nervosos e apenas apresentam o resultado deste nervosismo. Os especuladores ganham em cima disso. Para cima ou para baixo. O importante é ver… Leia mais >>
Guga
Visitante

Muito bem Ivan sobre as bolsas,boa!

Sobre a lei,tenho que concordar com o Caio e outros,não havia necessidade disso,no minimo atravessa o direito de expressão,direito esse adquirido em certos paises garantindo que até neo nazis e supremacistas manifestem-se.

Ivan
Visitante
E muito atrasado. Parabéns aos Eagles, embora os Patriots tivessem sido miseravelmente roubados coma validação de um Touchdown que só os árbitros ( inclusive da tv!!! para que serve isto afinal??) viram. Tom Brady é o melhor QB que eu já vi jogar. E acompanho superbowl desde 1990!!!, hehe. Eu… Leia mais >>
Ivan
Visitante

Sobre o Super Bowl, sei que sua filhota tem contrato mas o que ela cahou do show do TL e do touchdown roubado??, hehehe

Ingo
Visitante
Uma gigantesca polêmica, para…nada. O passado não muda. Os comunistas costumavam retocar as fotografias tirando rostos de desprezados pelo regime, aqui mudam nomes de ruas, mas querer colocar alguém na cadeia porque trocou o “n” pelo “d” já merece uma menção no Guiness…A quem querem agradar com essa lei? Muito… Leia mais >>
Cassio Augusto Maia Curvo
Visitante
Política rasteira que ocorre na atual da Polônia. Quanto desrespeito por tantos mortos. Não sou judeu, mas como tantos outros brasileiros, não duvido que minha origem tenha o gene de cristãos novos. Sempre me indignou essa matança, e esse descaso que ainda hoje ocorre por ela, essa ideologização (esquerda e… Leia mais >>
wpDiscuz
Close
SiteLock