Nunca é demais lembrar o óbvio sobre onde estão as maiores vítimas do terrorismo. O medonho atentado jihadista no Sinai no domingo passado é mais um alerta de que uma religião não pode ser o alvo de uma cruzada antiterrorista quando seus seguidores são as vítimas em larga escala de fanáticos.

Deixe um comentário

37 Comentários em "As estatísticas do terror"

avatar
Ordenar por:   novos | antigos
Guga
Visitante
Eita Caio,um dia voce vai deixar de tratar certos assuntos politicamente corretamente para cair na real,incluindo a questão palestina que NAO depende só de Israel mas sim dos proprios palestinos. A estatistica acima esta tambem dizendo que a segurança na Europa e EUA é melhor e que a imigração oriunda… Leia mais >>
Robson La Luna di Cola
Visitante

É verdade que a manutenção de uma relativa segurança tem custado “um pouco” de esforços em políticas preventivas:
“Vidro à prova de balas cercará Torre Eiffel contra possíveis atentados”
https://brasil.elpais.com/brasil/2017/02/09/internacional/1486657261_251457.html

Otto Heinrich Wehmann
Visitante

E a estatística da religião dos Terroristas?
Por exemplo, Assad, o objeto de sua adoração, é muçulmano alauíta, abs, Caio

Otto Heinrich Wehmann
Visitante

Boa resposta, mas não tenho bandido de estimação. E os palavrões?

Marco
Visitante
Otto, Os marxistas praticamente abandonaram a velha retórica da “luta de classes”, que envolvia as classes capitalistas e proletárias, e a substituíram pelas classes opressoras e oprimidas. As classes oprimidas incluem os imigrantes muçulmanos, além das mulheres, grupos LGBT e várias outras categorias mascotes. Já a classe opressora é formada… Leia mais >>
Otto Heinrich Wehmann
Visitante

Concordo com seu raciocínio.

Pedro tenvia
Visitante

Esta “estatística” me mostra apenas que quanto mais muçulmano é um país, maior o terrorismo.

Robson La Luna di Cola
Visitante

Perfeito! A estatística comprova a tese oposta do texto! Fechem as fronteiras!!!!

Marcio
Visitante

Caio
Sim, as maiores vítimas são os próprios mulculmanos. Mas isso é óbvio. Seeia interessante saber porque eles se matam uns aos outros! Tem alguma ideia? Achando a causa, ajuda a acabar com o problema.
Ficar repetindo o óbvio, não adiciona nada.

Novocredo
Visitante

As maiores vítimas dos cristãos foram outros cristãos. Não se matam por religiões, mas por política.

Carmem
Visitante

Não é difícil concluir..

Robson La Luna di Cola
Visitante

O texto Bíblico do Novo Testamento não prega a evangelização pela espada. O Alcorão, sim! Quem pratica violência para implantar o Cristianismo, está descumprido suas leis. No caso muçulmano, está SEGUINDO as suas leis.

Novocredo
Visitante
Segundo os Evangelhos Jesus disse – “eu vim trazer a espada”. A grande problema dos textos religiosos é sua linguagem metafórica, às vezes antagônica, escrita num determinado tempo e lugar, mas que aspira ser atemporal e universal. E embora Jesus não tenha dado ordens de matar ninguém, também disse que… Leia mais >>
Robson La Luna di Cola
Visitante

Palavras de Jesus:
Este é o meu mandamento: amai-vos uns aos outros, como eu vos amo.
João 15:12

Marcio
Visitante

a intenção é mostrar que nem todo mulculmanos e’ terrorista. Ou seja, educar,
Mas isso, mesmo os que negam, já sabem.
Seria melhor educar sobre as causas da matança que bem todo mundo sabe.
Do contrário o caio deixa de ser caio e vira mais um mímimi guga chato.

Otto Heinrich Wehmann
Visitante

Isso mesmo, alguém tem de trabalhar para financiar!

Alberto
Visitante
Há outra conclusão óbvia que se pode tirar desta estatística: a responsabilidade de combater o terrorismo cabe a estes países e a mais ninguém, já que e’ uma aberração cujas causas são internas.Quem quer usar o terrorismo como justificativa para intervir nos assuntos internos dos países afetados e’ um pescador… Leia mais >>
Rubem
Visitante

Coluna sucinta e clara. Conclusão óbvia, mas comentários esmagadoramente nebulosos.
Rubem

Queiroz
Visitante
A conclusão lógica da coluna é que o islamismo é a religião da paz, e só poderá ser condenado seu terror radical quando outras religiões forem mais atingidas que a própria. Acho um raciocínio torpe. O islamismo está fazendo por onde mobilizar os europeus a revolverem os piores sentimentos… e… Leia mais >>
Robson La Luna di Cola
Visitante

Trump é o único político de relevância no panorama mundial, que tem a coragem de dizer o ÓBVIO: radicalismo islâmico é uma redundância. É uma religião cujos fundamentos são baseados na violência contra os infiéis.

Jorge Silva
Visitante
E os latinos-americanos quando sofrem preconceito é por serem associados a traficantes e criminosos, mas as maiores vítimas do crime organizado latino são os próprios latinos. Aqui no Brasil são 50 mil mortes por ano. Praticamente uma guerra civil. Sem contar outros países como México, Venezuela, Honduras, Colômbia. Muitos destes… Leia mais >>
Robson La Luna di Cola
Visitante

Basta permitirmos a implantação do Califado Global. Então, teremos paz e amor!
http://infielatento.blogspot.com.br/2015/01/como-implantar-o-califado-global-em-sete-etapas-faceis.html
Parem de comparar o Islã com outras religiões! Ela é a única que quer implantar um controle total sobre a humanidade, determinando inclusive cada detalhe de nossa existência através da sharia.

José do Norte
Visitante

O islamismo é em si: estagnação. No Direito tudo deve PERMANECER à mesma época em que Mohamed escutou a palavra. As Sunas são isso. Se há grandeza e sabedoria no islã? certamente. Porém a religião última que libertou da terra o homem foi o Cristianismo.

Anouk
Visitante

Conclusao: os muculmanos devem acabar como nos filmes de Taratino.

Robson La Luna di Cola
Visitante

Corrigindo: os muçulmanos devem acabar. Ou eles acabam com a gente. Ponto fina.l

Anouk
Visitante

Epa! Tarantino.

Joca
Visitante
Pela gráfico indicado na matéria acima, podemos observar que o maior número de vítimas são do Iraque, Afeganistão e Síria, sendo que, em comum todos estes países estão enfrentando fundamentalista islâmico que querem a aplicação da sharia, através de jihadistas do Estado Islâmico, Talibã, Al-Qaeda/Al-Shabaab e demais organizações afiliadas. Nunca… Leia mais >>
Marco
Visitante
Joca, Neste vídeo ( https://www.youtube.com/watch?v=IK4EcLBUoXc&feature=youtu.be ) você entenderá como o multiculturalismo e as remessas de imigrantes muçulmanos têm alterado o cenário europeu de tal forma que talvez estejamos assistindo o colapso cultural das nações européias. Para quem ainda não saiu dos braços de Morfeu, e está dormindo para as jogadas… Leia mais >>
Ingo
Visitante
A religião islâmica está fora da realidade e não dá para ter simpatia por ela. Por outro lado, o islamismo já existe do lado de cá há muito tempo, sem que um muçulmano saísse pela rua de São Paulo ou Nova Iorque com uma espada querendo matar infiéis- isto antes… Leia mais >>
Guga
Visitante
Bons pontos. Acho que naquela epoca cristãos realmente temiam Deus,inclusive o Rei,a Igreja Catolica fazia questão de lembra-los e ameça-los com punições,divinas ou não. Acho que o mesmo ocorre com muitos mulçumanos menos esclarecidos,medo do ser divino e dos radicais,que punem os mais liberais e aqueles que buscam uma aproximação… Leia mais >>
Jorge Silva
Visitante

Off-topic (pra quem ainda admira Trump):

https://www.em.com.br/app/noticia/internacional/2017/12/01/interna_internacional,921301/ex-conselheiro-de-trump-se-declara-culpado-de-mentir-sobre-contatos-co.shtml

“O general reformado Michael Flynn, ex-conselheiro de Segurança Nacional do presidente Donald Trump que nesta sexta-feira (1) se declarou culpado de ter mentido para o FBI sobre seus contatos com funcionários russos, aceitou colaborar com a Justiça.”

Tirano.
Visitante
Caio, é tanta asneira, sandice, burrice e babaquice escrita por alguns que se dizem de direita que to começando a achar que ser chamado de esquerda e globalista é um privilégio! Um elogio que demonstra um cidadão diferenciado, acima dessa lama disforme que é o novo conservadorismo. Daqui pra frente,… Leia mais >>
Robson La Luna di Cola
Visitante

Mais um leitor Pollyanna!!!!

Tirano.
Visitante

Se isso significa ser “anti” esse lixo dito de direita, misturado com lixo evangélico temperado com Olavo de Carvalho e Bolsonaro, difundido por InfowarsBrasil e Gospel Prime, entou sou Pollyanna com muito prazer!
Vocês perderam sua chance, seus 15 minutos de fama.
Sou Pollyanna, sou esquerda. Contra vocês agora e sempre.
Lixo.

Tirano.
Visitante

Ué???

Renato
Visitante
Tenho lido muito sobre Israel e árabes, passando forte pelo islamismo. Porque tenho medo de islâmicos, sendo sincero. Penso que os guerrilheiros islâmicos, seguindo o Alcorão é uma interpretação de Maomé, consideram os de outro setor do islamismo como infiéis, igualando com cristãos é judeus, super infiéis, para eles. Seria… Leia mais >>
wpDiscuz
Close
SiteLock