Em 2013, a então mera celebridade com muito dinheiro e ego alertou o presidente Barack Obama a não se meter em aventuras militares na Síria contra Bashar Assad pelo uso de armas químicas contra sua própria população.

Em 2016, o então candidato presidencial republicano alertou que Hillary Clinton era perigosa na sua belicosidade contra o genocida ditador sírio. Um engajamento militar americano no ingrato conflito poderia ser o estopim para a Terceira Guerra Mundial.

Tudo isso é história remota. Esta semana, literalmente da noite para o dia, o quadragésimo-quinto presidente americano entrou mais fundo no lodaçal sírio. Viu imagens de bebês, vítimas dos ataques de Bashar Assad, e sentiu repulsa, um sentimento bem diferente da indiferença e mesmo hostilidade em relação a milhões de refugiados neste conflito sem fim.

Donald Trump, o presidente do slogan America First e cuja prioridade até o meio desta semana no Oriente Médio era dizimar o Estado Islâmico, lançou quinta-feira à noite mísseis contra o regime de Assad. Falando à nação e ao mundo, Trump disse que se tratava de uma punição ao “bárbaro ataque” e que a ação se inseria nos interesses nacionais americanos para impedir e deter o uso e alastramento de armas químicas.

Não tenho pena de um regime genocida e Assad no mínimo merece ir a julgamento por crimes de guerra e contra a humanidade. Mas, Donald Trump é um aventureiro, movido por impulsos e pela necessidade de reverter uma imagem cada vez mais negativa neste início tão caótico e improvisado do seu governo.

Acuado por investigações sobre possível conluio de sua campanha eleitoral com os russos, Trump vai à carga contra o dileto protegido de Vladimir Putin, arrastando os americanos a uma corrente patriótica e os aliados dos EUA a uma necessária solidariedade.

Ainda não sabemos se esta ataque retaliatório contra uma base aérea é mais um recado ou o início de uma empreitada. Trump mostrou que pode, como se quisesse exigir um contraste ao frouxo Barack Obama, que demarcou uma linha vermelha que foi atravessada por Assad em 2013.

O que vem pela frente? Começamos a sentir na pele que Donald Trump é mais do que um reality-show. É uma realidade sem um claro e seguro roteiro.

Deixe um comentário

45 Comentários em "Show de força"

avatar
Ordenar por:   novos | antigos
Otto Heinrich Wehmann
Visitante
TRUMP é um gênio!!!! Veja as mensagens que ele enviou: 1 – Eu não sou Bunda-mole como Obama; 2 – Chinês quando eu digo que vou atacar eu ataco, cuide do seu Telletubie Atômico; 3 – Essa quem vai responder é o sr Scott Adams, só lembrando que essa base… Leia mais >>
Samuel
Visitante
Otto, eu não concordo com o ítem 2, soltar umas bombas na Síria depois de um ataque químico que indignou a comunidade internacional não é tão difícil, tudo bem nem isso o Obama fez, mas a Coréia do Norte é outro departamento, as armas nucleares, a possibilidade de evaporar Seul… Leia mais >>
Otto Heinrich Wehmann
Visitante
Seul está a 50 km da zona desmilitarizada e ao alcance da artilharia Norte Coreana que na primeira hora do conflito nem precisa das armas nucleares. http://www.businessinsider.com/why-no-one-in-korea-wants-war-2013-4 Não acredito que sr Xi Jinping tenha ficado muito impressionado. Mas acredito que Trump matou vários assuntos de uma vez, nunca mais Trump… Leia mais >>
Renato
Visitante
Trump agiu com a direita(quando falo de direita, falo de direita mesmo, pessoas que antes atiram e depois perguntam) corretamente. Se isso vai ou não vai trazer consequências complicadas, vê-se depois. De algum modo bem claro, mostrou que em vez de falar muito de política externa, age. Em campanha, tinha… Leia mais >>
Leonardo
Visitante

Ele fez o que a Clinton pediu mais cedo,tá reclamando doq!?

Rony
Visitante
Caio, Só teria um motivo para o trump não ordenar o ataque. Se o ataque com arma química não tiver sido feito pelo Assad. Vc acredita nessa possibilidade? Se o Assad cruzou a linha vermelha, a retaliação foi necessária, não interessa se o trump antes era a favor oi contra.… Leia mais >>
Samuel
Visitante

Rony, ele esticou a corda com o Obama e deu certo, agora com o Trump, com todo discurso isolacionista dele até um par de dias, achou que ia dar certo de novo.

Rony
Visitante

Pode ser, so estou tentando entender o intuito de usar essas armas quimicas na populacao civil a essa altura do campeonato.

Cowboy Postiço
Visitante
Também não consigo entender, Rony. Sei que não dá pra confiar cegamente em especialista russo sem saber de quem se trata (se é cupincha do regime ou não), mas dá até vontade de acreditar na tese de que foi um erro de alvo, pois se foi deliberado, Assad é burro… Leia mais >>
RicardoC
Visitante
Por enquanto é tudo jogo de cena. É um bombardeio simbólico, mas serve de recado a muita gente. Não há muito oq dizer neste momento. Resta esperar os desdobramentos. Provavelmente nos próximos dias Rússia e China saem de cima e a ONU aprova algum tipo de intervenção por lá. Nesse… Leia mais >>
Marilia
Visitante

Aff Caio….ao menos pelas crianças mortas e intoxicadas….hoje …..vá tomar uma chá com biscoitos…..Trump fez o que deveria ter sido feito por uma presidente norte americano e ponto final. Acertou! Fim….vá relaxar e pensar no seu próximo post.

Pedro Lemos
Visitante
Trump, numa canetada, cancelou mais uma política de Obama. Tem feito isso sistemática e amadoristicamente: opor-se aos programas de seu antecessor. Ou seja, joga para o público interno. Foi ele que, em discursos de campanha, acusou Hillary de desconhecer quem eram os tais rebeldes (decaptadores) moderados e elogiou a ação… Leia mais >>
Samuel
Visitante
Pedro, a obrigação do governo americano é ter um plano A, um plano B é um plano C preparado, para qualquer situação como um ataque químico, por exemplo. Amadorismo, improvisação, seria ter que preparar um ataque de 50, 60 mísseis, sem depender de apoio terrestre, utilizando muito tempo. A ação… Leia mais >>
O ANTIPETRALHA
Visitante

O ponto mais positivo disso foi contrastar com o frouxo do Obama, que não cumpriu sua palavra. O ponto mais negativo é que não há uma visão clara do futuro da guerra (alianças etc), mas isso nunca houve.

O ANTIPETRALHA
Visitante

Outro ponto positivo foi que ele não usou aeronaves nesse ataque como fez Obama ilegalmente na invasão da Líbia.

Nehemias
Visitante
Caio, Entendo que, dentre o limitado rol de alternativas disponíveis, Trump agiu bem. Talvez tenha sido a mais hábil decisão de seu mandato atê agora. O ataque parece ser pontual e foi previamente avisado aos Russos. De um lado, Assad cruzou a linha vermelha de novo. Pior, havia firmado um… Leia mais >>
Rubem
Visitante
Nehemias, Putin é um Coronel da KGB. Ele é mais do que treinado para saber quando “puxar o gatilho”. Ele não vai iniciar a 3a guerra por conta de 1/2 dúzia de soldados. Ele só vai recorrer a medidas extremas se for atacado em seu território. Daí que a atitude… Leia mais >>
Rubem
Visitante
Trump só provou que é um destrambelhado de marca maior. Mostrou que não tem condições de “andar armado”. Literalmente não sabe quando puxar o gatilho. Não acho que vá escalar para uma 3a guerra mundial, mas não ficaria surpreso se isso ajudar a expandir o conflito no OM. E se… Leia mais >>
Carmem
Visitante

Assad não tem nukes

Rubem
Visitante

Trump as tem. O texto é claro.

Maurício Vieira de Andrade
Visitante

Sempre critiquei ele, dessa vez ele acertou Dessa vez Trump merece meus parabéns. Atacou bases militares que atacaram o próprio povo com armas químicas.
Esse ataque dos EUA é bom tb para começar a colocar Putin no seu devido lugar.

Ivan
Visitante

Concordo. Engraçado ver gente que criticava Obama por não ter feito nada contra Assad após o primeiro ataque de armas químicas e agora criticam Trump por ter sido irresponsável ou agir por impulso. Assim como você não gosto de Trump mas aplaudo esta decisão.

Cowboy Postiço
Visitante

Pois é, né Ivan, sua reação foi a esperada, a normal, pra quem achava que o certo era intervir.

Gabrielxxx
Visitante
Trump fez um fakeataque pra melhorar sua popularidade interna, desnortear a mídia e acabar com as suspeitas de conexão com a Rússia. Só quis mostrar que não é banana como Obama.. O homem é o rei do marketing, Esperemos as próximas pesquisas da Reuters. Vai dar entrevistas falando que mudou… Leia mais >>
Guilherme
Visitante
(1) O Trump pode mudar de opinião e melhorar. Por quê não? Porque não elogiar quando ele faz algo que você apoia? (2) O Trump nunca disse que não atacaria a Síria, ele disse que nunca atacaria ninguém sem um bom motivo. Ele também falou que seria imprevisível em relação… Leia mais >>
Pedro Lemos
Visitante

Trump foi à televisão dizer que sua ação contra Assad visous proteger os bebês sírios, os mesmos bebês sírios que os USA se recusam a receber por razões de “segurança nacional”. Hipócrita.
boa formulação, abs, Caio

Guilherme
Visitante
Péssima formulação. Só o Caio mesmo para achar boa. Uma coisa é responder a uma atrocidade de um regime ditatorial, que matou bebês com gás químico, outra totalmente diferente é liberar geral para a imigração. Desculpe, mas Caio é propagandista. Se Trump não fizesse nada ele estaria sasaricando dizendo que… Leia mais >>
Carmem
Visitante
O ataque em si não foi convincente. Foi um Hello, world! Parece q atingiu uma pista de aeroporto no meio do nada…. o q deve ser observado é se esse ataque virá acompanhado de uma mudança das prioridades na política externa e no discurso de Trump. Eu acho q foi… Leia mais >>
Rony
Visitante

Nao li nada hoje sobre o assunto, mas de acordo com os militares que falaram tanto na CNN quanto na FOX o alvo em si foi importante. Nao uma pista de aeroporto no meio do nada. Nao precisa de 59 tomahawks pra destruir uma pista no meio do nada…

Carmem
Visitante

Tinha uma base lá mas não saberemos se algum equipamento foi destruído. Como consta q Putin foi avisado do ataque é de se supor q Assad tb foi. E q possivelmente a base tenha sido esvaziada. Mas é sempre bom destruir aeroportos, impede temporariamente o transporte de armas e tropas

Cowboy Postiço
Visitante

Bom comentário, Carmem

Carmem
Visitante

Minha torcida é q esse ataque signifique q o GOP tenha conseguido enquadrar o Trump. A saída do Bannon do NSC foi um bom indicativo. Talvez tenha saído por se opor a esse ataque. O q é ótimo!

Ivan
Visitante

Esta é minha visão. E o Bannon está brigando com o genro do Trump também. Isto é bom e significa que , aos poucos o mainstream do GOP vai tomando as rédeas da situação e enquadrando Trump.

Sergio Kaiser
Visitante
Lembremo-nos de que há poucos fias Steve Bannon foi afastado do conselho e substituído por um general mais pragmático. A ação de ontem (pela primeira vez me vi aplaudindo Trump) pode representar uma inflexão mais ampla na política para o oriente médio e não uma ação pontual. Mas como disse… Leia mais >>
Lauro
Visitante
Só pra esclarecer Caio, Trump cumpriu o compromisso assumido por OBAMA, quando do acordo de desistência de armas químicas que ele acertou com a Síria, sob garantia da Rússia, naquela oportunidade em que ele pulou para trás da “linha vermelha” riscada por ele mesmo, significando que um ataque com gás… Leia mais >>
Cowboy Postiço
Visitante
Pois é, tinha até me esquecido desse detalhe, do compromisso em relação às armas químicos. Tá meio esquisito agora criticá-lo por cumprir um acordo. Ele não é o picareta que só passa a perna nos outros e não respeita nem cumpre nada? Decidam-se (tá, eu sei que não importa, que… Leia mais >>
Guga
Visitante
O que vem pela frente depende do Assad e do Putin.Trump demonstrou disposição,foi um recado.Interessante é que avisaram os russos antes. Em menos de 100 dias ele reuniu-se com os lideres das maiores potencias exceto Putin, porque a imprensa ainda fica nesse chororo,sonham com um impeachment que não ocorrera. Roteiro… Leia mais >>
Jorge Silva
Visitante

Off-topic
Eu pensei que esse link abaixo era notícia antiga. Aconteceu agora a pouco:

Caminhão atinge multidão na Suécia e deixa ao menos 3 mortos
https://noticias.terra.com.br/mundo/europa/caminhao-atinge-multidao-na-suecia-e-deixa-ao-menos-3-mortos,38a94b35eac57df6ae5c5dfcba580911zk521cyl.html

Cowboy Postiço
Visitante

O melhor aí, Jorge, é o “CAMINHÃO atinge multidão”. Não sabia que na Suécia já tinham caminhões autômatos… Caneta Desesquerdizadora no Terra já!

Jorge Silva
Visitante
Dessa vez, parece que Merkel, Hollande e Trump estão juntos no mesmo lado: http://zh.clicrbs.com.br/rs/noticias/mundo/noticia/2017/04/assad-e-o-unico-responsavel-por-ataque-americano-na-siria-afirmam-hollande-e-merkel-9766394.html “(…)”Uma base militar do regime sírio utilizada para realizar bombardeios químicos foi destruída esta noite por bombardeios americanos (…) Assad tem a plena responsabilidade”, afirmaram François Hollande e Angela Merkel em um comunicado conjunto, no qual… Leia mais >>
José do Norte
Visitante
Caio, o bully. Não adianta. moçada. O Caio está em modo Negar Trump. “Trump come chocolate” Caio: Chocolate faz mal. “Trump não come chocolate”. Caio: DEveria comer chocolate para adoçar a vida! “Trump não ataca a Síria” Caio: Trump tem o dever de atacar a síria! “Trump ataca a síria!”… Leia mais >>
Novocredo
Visitante
a minha leitura do ocorrido é a seguinte: 1 – Assad é genocida. Merece ser dEposto, preso, julgado. 2- O ataque com arma químicas foi estranho – por que usar armas agora, com a guerra a seu favor? o arsenal químico foi entregue sob supervisão INTERNACIONAL. então me é muito… Leia mais >>
Thiago
Visitante

Acho que ele “tá se fazendo de doido”.

Talvez só assim pros russos repeitarem…

Vamo ver se essa jogada imprevista pára por aí.

Thiago Gonçalves
Visitante
Se fosse o Barack Obama iria ficar no blá,blá…. de sempre, eu não sou fã do Trump mas reconheço que ele fez a coisa certa, o ” Pau tá Quebrando ” na Síria e alguém tem que fazer alguma coisa daqui a pouco essa Guerra faz 10,15 anos e as… Leia mais >>
Roberto Ferreira
Visitante

Verdade tem que ser dita, e fora dita aqui… Sempre ouvi falar dessa frase, “Quem nunca comeu melado, quando come se lambuza”. Trump mostrou exatamente isso com o poder nas mãos.

wpDiscuz
Close
SiteLock