Eu espero que um dia os eleitores americanos recompensem o Partido Democrata por ter escolhido no sábado Tom Perez como seu novo presidente. Ex-ministro do Trabalho de Barack Obama e figura do establishment (foi também respaldado por Hillary Clinton), Perez representa uma derrota para a ala populista e insurgente do partido, estimulada pelo senador Bernie Sanders. Esta ala se mobilizou por Keith Ellison, negro e muçulmano (enquanto Perez será o primeiro latino a liderar o partido). É verdade que a sensatez foi punida na eleição do ano passado. Hillary foi derrotada pela porra-louquice de Donald Trump. Eu creio que teria sido um desastre a radicalização do Partido Democrata, tomando caminhos como os do Partido Trabalhista britânico, nas mãos do intolerável […]

Tags:

Carnaval, né? Realmente não é comigo, mas aproveito para anunciar que sempre estarei na avenida com o bloco dos jornalistas nesta era tão desafinada de fake news e fatos alternativos, em que Donald Trump, o suposto líder do mundo livre, nos alcunha de inimigos do povo e de desonestos. No bordão de solidariedade, #jesuismídiadesonesta. A linguagem de Trump é típica da escória da humanidade, de gente como Lênin, Stálin e o resto. Na revista The New Yorker, David Remnik escreve que quando os bolchevistas usavam o termo “vrag naroda”, um inimigo do povo, eles abarcavam clérigos, intelectuais, monarquistas, trotsquistas, cosmopolitas sem raízes e quem mais que eles quisessem. Na Revolução Francesa, Robespierre, arquiteto do Reino do Terror, também era chegado […]

Tags: ,

O crítico de mídia do New York Times desafiou Donald Trump decidiu passar uma semana ignorando notícias sobre o homem. Farhad Manjoo decretou: nada de ler, ver ou ouvir a respeito do quadragésimo-quinto presidente americano. A experiência foi um fracasso. Trump é inescapável. Praticamente não existe uma zona livre do homem no ecossistema de mídia digital. Na sua tentativa de abstinência, o crítico do New York Times descobriu que Trump reside em toda plataforma de informação, política ou não. Na expressão lapidar de Farhad Manjoo, Trump não é mais o mensageiro, ele é o meio. A presença dele irrompe não apenas no noticiário. Vai além. Programas de entretenimento na televisão não resistem a alusões sobre Trump. Ele é inescapável e […]

Tags:

Na quarta-feira, eu falei sobre os caminhos comuns percorridos pelos populistas de esquerda e de direita, o que ajuda a explicar como Donald Trump fascina a nova direita e revigora a velha esquerda na América Latina. Um fenômeno similar tem lugar na eleição presidencial francesa, cujo primeiro turno vai acontecer em abril. Marine Le Pen e Jean-Luc Mélenchon, candidatos de extrema direita e de extrema esquerda têm praticamente o mesmo programa econômico, com a arenga de remover a França da União Europeia em nome do patriotismo econômico e protecionismo nacional. A diferença é que Mélenchon não vai para o segundo turno, enquanto tudo sinaliza que Marine Le Pen irá enfrentar o independente de centro esquerda Emmanuel Macron. Para quem não […]

Tags: ,

Eu raramente comento as pelejas partidárias brasileiras, mas vendo o deslumbramento de tantos jovens nas redes sociais, seguidores de Bolsonaro, com Donald Trump, decidi colocar a mão na massa. A estes jovens que alcunho de trumpanaros, recomendo refletir sobre um texto na edição corrente da briosa revista The Economist, uma verdadeira paladina dos valores liberais e vamos definir liberalismo como o ideário conservador da escola europeia e não como é conhecido nos EUA. A Economist coloca Trump no seu devido lugar, ou seja, no manual do populismo latino-americano, uma tradição que vai de Juan Domingo Perón a Hugo Chávez e além. É o discurso do ressentimento, das alegações de representar o povo contra exploradores internos e ameaças externas. É a […]

Tags: ,

Como eu não vivo em Zimbábue, não é perigoso e posso me dar ao luxo de ser politicamente incorreto. Não vou desejar feliz aniversário nesta terça-feira a Robert Mugabe. O tirano do miserável país africano (exceto para a corte) está completando 93 aninhos de vida. Não sei se adianta desejar que não tenha muitos anos de vida. O déspota sonha em viver um centenário e governar para sempre. Na semana passada, Grace, a nada graciosa primeira dama disse que o maridão deveria concorrer como “um cadáver” caso morra antes da “eleição” presidencial do ano que vem. Grace Mugabe acusou gente do partido governamental de tramar contra o déspota. Ele manda em Zimbábue desde 1980, com o fim do regime de […]

Tags:

Esta segunda-feira é feriado nos EUA, Dia do Presidente, inventado para marcar a data do nascimento do pai fundador e primeiro presidente, George Washington, nascido em 22 de fevereiro de 1732 (o feriadão é sempre celebrado na terceira segunda-feira de fevereiro). Hoje é celebração do quadragésimo-quinto presidente, Donald Trump, do seu primeiro mês de gestão. Mas, deixa para lá. Por que falar do seu primeiro mês ou mesmo do seu primeiro mandato? O homem na sexta-feira fez comício na Flórida para lançar sua candidatura ao segundo mandato em 2020. Deixa isto para lá também. Vamos falar dos 44 antecessores daquele que já se considera o maior presidente na história deste país. No entanto, inspirados pelo modus operandi do 45 vamos […]

Tags:

A expressão fake news está consagrada. Verdade absoluta. Notícias fajutas ganham cada vez mais espaço. São tão legítimas como as imitações das sandálias havaianas. Temos a proeza de Donald Trump, um campeão das teorias conspiratórias, das mentiras e das meias verdades colocando a etiqueta de fake news na imprensa legitima que realiza um valoroso trabalho de investigação sobre o seu governo, que, em menos de 30 dias, se revelou um sinônimo de caos e de histórias conflitantes e mal contadas. E para a consternação da imprensa legítima, a Casa Branca de Trump concedeu esta semana acesso ao salão de briefings a um site especializado em notícias falsas, rumores e teorias conspiratórias, O nome é The Gateway Pundit. São apenas 49 […]

Tags: ,

As reações do vice-presidente venezuelano foram previsíveis e naquela língua conhecida como chavês. Recém-empossado no cargo de vice, Tareck El Aissami foi colocado na lista de sanções do Departamento de Estado do recém-empossado Donald Trump, acusado de vínculos com o narcotráfico e de colaborar com terroristas no Oriente Médio. Ao estilo Trump, El Aissami tuitou que recebia “esta miserável e infame agressão como um reconhecimento à minha condição de revolucionário anti-imperialista. Venceremos”. E para aumentar a irritação chavista, na quarta-feira, Trump recebeu na Casa Branca Lilian Tintori, mulher do mais importante preso político venezuelano, Leopoldo López,e exigiu sua “libertação imediata”. Por algumas semanas, o regime chavista desgovernado por Nicolás Maduro agiu com cautela em relação a Donald Trump, mas agora […]

Tags:

Ele muitos vezes falou em trumpês, que pode ser um dialeto confundido com o dilmês em termos de falta de lógica (os vazamentos de informações são verdadeiros, mas as notícias a respeito são falsas). Donald Trump em um rompante decidiu dar sua coletiva solo no comecinho da tarde de quinta-feira. Foi uma matinê tragicômica, com os insultos habituais contra a imprensa “desonesta”, mentiras patéticas sobre sua vitórias eleitoral, nostalgias sobre Hillary Clinton, a sinistra simpatia por Vladimir Putin e as cambalhotas para explicar a queda do assessor de segurança nacional Michael Flynn. Naquela zona cinzenta entre realidade e realidade alternativa, Trump negou que haja caos na sua gestão. Garantiu que a máquina está azeitada. O fundamental é que o aprendiz […]

Tags:

Close
SiteLock